Feriados e pontes, o que fazer?

Em 2017 teremos 8 feriados nacionais, sendo que 3 deles cairão numa quinta-feira, propiciando a ocasião para uma “ponte”.

A dúvida sempre é sobre como controlar estas “pontes” na folha de ponto. Coloco como um feriado? Abono? Vai para o banco de horas?

É sobre isto que quero falar nesta matéria.

Lançando a ponte como feriado

A empresa tem liberdade para definir outros dias além dos feriados obrigatórios (sejam os nacionais, estaduais ou municipais), portanto basta incluir o dia que seria ponte como um feriado.
Para clientes TradingWorks, vá em Feriados Gerais e inclua este dia como mais um feriado.

Resultado – Este dia é contabilizado como um benefício que a empresa está dando. Não será abatido de banco de horas ou compensação futura.

Lançando a ponte como um abono

Uma ponte pode ser abonada. O resultado prático é o mesmo que incluir o dia da ponte como um feriado, sendo a única diferença em mostrar a quantidade de horas de abonos que a empresa concedeu.
Para clientes TradingWorks, no dia da falta, inclua uma justificativa do tipo Abono e marque a opção para retirar a falta do dia.

Abono do dia

Resultado – Este dia é contabilizado como um benefício que a empresa está dando. Não será abatido de banco de horas ou compensação futura, mas o relatório de justificativas mostrará a quantidade de horas abonadas pela empresa.

Lançando a ponte para compensação no banco de horas

Para as empresas que adotam o banco de horas, é possível compensar esta ponte em outras oportunidades.
Para os clientes TradingWorks não é necessário realizar nenhuma operação. Ao ser processado o banco de horas da folha este dia já será compensado e as horas negativas lançadas no banco.

Banco de horas
Resultado – Neste caso a empresa está permitindo que o colaborador desfrute de um feriado prolongado sem abrir mão das horas de trabalho pagas.

Veja abaixo a lista completa dos feriados nacionais (fonte Imprensa Nacional, portaria 369/16):

1º de janeiro (Domingo), Confraternização Universal (feriado nacional);
27 de fevereiro (Segunda-feira), Carnaval (ponto facultativo);
28 de fevereiro (Terça-feira), Carnaval (ponto facultativo);
1º de março (Quarta-feira), quarta-feira de Cinzas (ponto facultativo até as 14 horas);
14 de abril (Sexta-feira), Paixão de Cristo (feriado nacional);
21 de abril (Sexta-feira), Tiradentes (feriado nacional);
1º de maio (Segunda-feira), Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);
15 de junho (Quinta-feira), Corpus Christi (ponto facultativo);
7 de setembro (Quinta-feira), Independência do Brasil (feriado nacional);
12 de outubro (Quinta-feira), Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);
28 de outubro (Sábado), Dia do Servidor Público(ponto facultativo);
2 de novembro (Quinta-feira), Finados (feriado nacional);
15 de novembro (Quarta-feira), Proclamação da República (feriado nacional);
25 de dezembro (Segunda-feira), Natal (feriado nacional).

Nota importante: Este post tem caráter informativo. Cada sindicato possui especificidades sobre como atuar com as pontes e as notificações antecipadas ao colaboradores.