Sumário

Indicadores de RH: conheça os 10 principais e saiba como usá-los!

indicadores de RH

Utilizar métricas para fundamentar decisões é uma prática básica para qualquer negócio. Da mesma forma, há diversos indicadores de RH que podemos utilizar para verificar o desempenho e resultados de nossas equipes.

Gerenciar com base em dados, em vez do achismo, é o primeiro passo para uma gestão de sucesso. Por isso, elencamos 10 indicadores de RH que toda empresa precisa acompanhar. Confira!

#1 Turnover

Turnover ou rotatividade é um dos indicadores de RH mais essenciais. Ele compara o número de contratações e demissões em um determinado período. Para achar a porcentagem de turnover basta dividir o número de demissões pelo número total de funcionários ativos.

Assim, quanto maior for essa porcentagem:

#2 Absenteísmo

Em segundo lugar, temos o absenteísmo, que também é um dos indicadores de RH super importante de se manter sob constante análise. Aqui estamos avaliando a quantidade de afastamentos e faltas de um período.

Assim, além da queda de produtividade, o absenteísmo pode denunciar a falta de motivação e satisfação dos funcionários. Logo, caso esse indicador esteja alto quer dizer que precisamos atuar com urgência em verificar as causas e criar projetos de engajamento dos colaboradores.

#3 Vagas finalizadas no prazo

Agora um dos indicadores de RH para medir a produtividade do próprio setor. As vagas finalizadas no prazo nada mais é do que o próprio nome diz: a porcentagem de vagas que foram preenchidas dentro do cronograma.

Para saber essa porcentagem basta dividir a quantidade de vagas fechadas no prazo pela quantidade total de vagas.

Caso o valor seja baixo, quer dizer que o planejamento e/ou execução do processo de Recrutamento e Seleção não está funcionando. Logo, é necessário uma avaliação dessas etapas e buscar chegar em 100% de vagas preenchidas dentro do prazo.

#4 Índice de satisfação

Dentre os indicadores de RH que podem ser mais complicados de gerar podemos destacar o de satisfação. É um aspecto bastante subjetivo e sua quantificação precisa ser bem trabalhada.

Nesse sentido, a prática mais utilizada atualmente são os questionários que o funcionário atribui nota de 0 a 10 para as perguntas. Exemplo de pergunta: o quanto seu emprego atual satisfaz suas expectativas?

É essencial conseguir manter a satisfação em altos níveis, pois isso irá significar em:

  • Maior produtividade;
  • Menor índice de absenteísmo;
  • Redução do turnover;
  • Alinhamento de cultura.

#5 Competitividade salarial

Competitividade salarial relaciona o valor pago pela empresa em comparação a média do mercado. O salário ofertado é um dos elementos estratégicos para atrair talentos e aumentar a satisfação, motivação e retenção dos colaboradores.

Por isso, essa métrica também entra para nossa lista de indicadores de RH que toda empresa precisa acompanhar.

Contudo, é bom ressaltar que ter o maior salário do mercado não garante colaboradores felizes. A satisfação no trabalho envolve muito mais do que o dinheiro. Por isso, quando estiver analisando os concorrentes, pergunte-se:

  • Quais amenidades eles possuem no ambiente de trabalho (como cozinha com snacks, academia, etc)?
  • Que tipo de benefícios eles dão? Aqui é importante ir além do convencional, pense se eles têm um convênio com o bar próximo do escritório para os funcionários fazerem o happy hour;
  • Há algum tipo de projeto de saúde mental?
  • Como é a cultura desse meu concorrente?

#6 Reclamações trabalhistas

Uma das tarefas do setor de RH e DP é garantir que a empresa esteja por dentro das leis trabalhistas. Assim, esse indicador pode ser uma forma de medir a eficácia das medidas adotadas.

Bem como evidencia como a empresa vem lidando com seus funcionários. Afinal, um péssimo tratamento leva o trabalhador a se sentir motivado a abrir queixas, enquanto em um negócio que valoriza e cuida dele as ocorrências são menores.

Por isso é importante que o setor faça apuração dos pagamentos tributários e da previdência corretamente. Além de ter processos, como entrega de documentos, otimizados para não perder prazos.

#7 Tempo médio de empresa

Tempo médio de empresa consegue ser um dos indicadores de RH bastante eficiente para medir a retenção de talentos. Dessa forma, quanto maior o tempo de casa que os funcionários possuem, melhor.

Ou seja, se o colaborador permanece com a empresa por longos períodos indica que: o local de trabalho lhe satisfaz, ele se sente valorizado, ele gosta da cultura da empresa. Enfim, pode significar que todo o esforço do RH de ajudar as equipes está trazendo resultados.

#8 Custo de benefício por funcionário

Dos indicadores de RH que são fundamentais para apoiar a confecção do orçamento operacional podemos destacar o custo de benefícios por funcionário.

O indicador relaciona o gasto total com benefícios com a quantidade de colaboradores. Assim, essa informação apoia na construção do orçamento e nos planos estratégicos de retenção de talentos e planos de carreira.

#9 Índice de horas extras por horas trabalhadas

Esse é um dos indicadores de RH que pode denunciar uma necessidade de aumento da equipe. Isto é, se vemos este índice aumentando ou se mantendo alto significa que a demanda do determinado setor está alta.

Quando temos mais demanda do que equipe é natural que os colaboradores sejam requisitados para fazer horas extras. Ter que trabalhar a mais, no longo prazo, leva a queda de produtividade, aumento do absenteísmo e turnover. Então, esse índice pode ser utilizado como uma evidência para justificar novas contratações.

Dessa forma, temos que cuidar que o índice de horas extras não se mantenha elevado. Afinal, a empresa precisa pagar 50% a mais por hora extra. Ou seja, o custo da folha de pagamento fica muito maior e pode ter grandes efeitos negativos na saúde financeira do negócio.

#10 Avaliação de aprendizagem

Programas de treinamento e desenvolvimento são essenciais para todas empresas. Contudo, quais indicadores de RH podemos utilizar?

Podemos empregar diversas metodologias, como:

  • Teste prático e objetivo;
  • Lista de avaliação de comportamento;
  • Resultados, como aumento de vendas, redução de custos e reclamações, etc;
  • Pesquisa de satisfação com os programas de treinamento.
indicadores de RH
Os KPIs são os indicadores chave de performance – Freepik

Ademais, as avaliações de resultados (como aumento de vendas) nos permite descobrir o ROI desses programas. Por exemplo, ao pegarmos o aumento de vendas e compararmos com o valor gasto em treinamento e desenvolvimento, teremos informações valiosas sobre o impacto que as ações tiveram.

Além disso, é importante que nesses indicadores de RH seja feito medição antes e depois dos programas. Dessa forma é possível realmente verificar qual foi o impacto na equipe, no negócio e nos resultados.

Indicadores de RH dependem do sistemas automatizados e digitais. Seu setor ainda está lotado de papel e com baixa produtividade? Temos um artigo especialmente para você: leia agora sobre a transformação digital no RH.

Autor do conteúdo:

Edgar Henrique

Edgar Henrique

Chief Product Officer da TradingWorks e especialista em Gerenciamento de Projetos, BPM, Mapeamento de Processos, Scrum, PMP, Bizagi, CDIA+, Kofax, VB.NET, C#, VB6, SQL Server e MS Project.

Mais conteúdos do blog